Blog Curves

Curvetes, esta é uma receita caseira de pão integral que pode ser consumida por pessoas com alergias ou intolerâncias alimentarem por ser livre de lactose. Além disso, as farinhas integrais e a de berinjela oferecem benefícios como redução do colesterol e controle de diabetes, fazendo dessa receita uma ótima aliada para as dietas por aumentar a sensação de saciedade.

1710_saudeebemestar_blog

Ingredientes:

-1 xícara e meia (chá) de farinha de trigo integral;
-Meia xícara (chá) de farelo de aveia integral;
-Meia xícara de farinha de berinjela;
-3 colheres (sopa) de açúcar mascavo;
-1 colher rasa (chá) sal;
-40g de fermento biológico fresco;
-4 colheres (sopa) de óleo de girassol;
-1 xícara e meia (chá) de água morna;
-2 colheres (sopa) de óleo de coco.
Para preparar é muito simples:

-Misture as farinhas de trigo integral, farelo de aveia, farinha de berinjela, o açúcar mascavo, o sal e o fermento biológico fresco esfarelado em um recipiente. Abra um espaço no meio para adicionar os líquidos;
-Vá adicionando a água morna e o óleo de girassol aos poucos e mexa constantemente;
-Quando tiver a massa homogênea, coloque-a sobre uma superfície plana e sove por 15 minutos;
-Divida a massa em 3 partes e modele como pequenas baguetes;
-Deixe crescer por 50 minutos;
-Pincele com o óleo de coco e polvilhe com o farelo de aveia.
-Faça algumas incisões com uma faca;
-Leve ao forno pré-aquecido à 180º e asse por 30 minutos.

Prontinho, agora seu café da manhã ou da tarde estão garantidos e com muito sabor e saúde!

O calor está voltando e nada como pegar aquele bronzeado perfeito, não é? Nunca se esqueçam de sempre ter os cuidados necessários para não prejudicar a pele – protetor solar e exposição ao sol da manhã e ao fim da tarde.

Mas você sabia que você pode ajudar a manter a cor do verão com a sua alimentação?

Os alimentos coloridos ajudam a preparar a pele para o sol, garantindo uma tonalidade mais dourada e fazem o bronzeado durar mais.

1510_saudeebemestar_blog

Frutas e legumes com tonalidades vermelhas e amarelas possuem pigmentos orgânicos, que chegam até a pele pela circulação sanguínea e reagem com a luz solar, tornando o tom da pele mais acastanhado.

Os pigmentos citados são betacarotenos, encontrados em alimentos como cenoura, mamão, tomate e pimentão. Além desses benefícios para a pele, também fazem bem para a sua saúde, auxiliando na prevenção de doenças de pele e retardando o envelhecimento. Então inclua esses alimentos na sua rotina, Curvete!

Vale lembrar novamente que o uso do protetor solar é indispensável todos os dias, independente da presença dos raios solares.

autoexame-blog

Já falamos AQUI sobre a campanha Outubro Rosa e como a conscientização sobre a doença é fundamental. Agora, vamos mostrar como realizar o autoexame – uma arma poderosa na luta contra o câncer de mama. Segundo o Inca, estima-se que a partir da realização periódica do autoexame, é possível reduzir em até 28% o risco! Neste sentido, o ideal é realizar o autoexame uma vez por mês, de preferência alguns dias após a menstruação, ou em uma data fixa.

Em apenas três passos, você se mantém prevenida. Veja abaixo como é simples:

NO ESPELHO
Retire suas roupas e observe suas mamas em frente ao espelho. Primeiro com os braços descansados ao longo do corpo e, posteriormente, elevados. Em seguida, pressione as mamas para verificar se alguma alteração é percebida.

Na observação, fique atenta a qualquer alteração na cor, tamanho, formato ou presença de rugosidades, saliências ou inchaços.

NO CHUVEIRO
Com as mãos e as mamas ensaboadas, coloque a mão direita atrás da cabeça e, com a outra mão, apalpe a mama direita cuidadosamente com movimentos circulares e de cima para baixo à procura de qualquer alteração ou nódulo. Por fim, esprema o mamilo e observe se há liberação de líquidos estranhos.

Ao final, repita todo o procedimento com a mama esquerda.

DEITADA
Para finalizar o autoexame, deite-se confortavelmente e repita as mesmas posições e movimentos realizadas no chuveiro, agora na cama, para as duas mamas.
Apesar de sua eficácia, o autoexame não é a única maneira de perceber alterações, até porque nos estágios iniciais do câncer, o nódulo ainda não tem tamanho suficiente para ser percebido pelos dedos. Por isso, é fundamental realizar a mamografia anualmente a partir da idade recomendada pelo seu médico.

E não para por aqui: além do nódulo, vale ficar atenta a outros 10 sintomas que podem te ajudar na identificação precoce do diagnóstico:

  • Vermelhidão na pele da mama;
  • Inchaço ou dor na mama;
  • Alterações no formato ou tamanho dos mamilos e das mamas;
  • Assimetria entre as mamas;
  • Nódulos e inchaços na axila;
  • Secreção ou sangue vazando pelo mamilo;
  • Pele enrugada ou endurecida, similar a uma casca de laranja;
  • Coceira na mama ou mamilo;
  • Feridas ou fendas;
  • Veia saltada e crescente na mama.

Então você já sabe: Caso note alguma alteração em qualquer uma das etapas, agende uma consulta com o seu ginecologista!

Fonte: Blog Consulta do Bem

Petit Gateau sem farinha

7 outubro 2016

Sabe aquela culpa que você sente quando come chocolate? Ela não vai acabar (rs), mas você vai diminuí-la bastante com essa receita. O petit gateau é feito sem farinha, com chocolate amargo sem açúcar e manteiga clarificada, o que ajuda a manter a dieta equilibrada.

0710_saudeebemestar_blog

Bom, vamos ao que interessa!

Ingredientes:

-220g de chocolate amargo sem açúcar;
-2 colheres de sopa de amêndoas trituradas;
-3 ovos inteiros;
-1 colher de sopa cheia de manteiga ghee (clarificada);
-Óleo de coco.

Modo de preparo:

-Derreta o chocolate em banho maria ou no micro-ondas;
-Bata todos os ingredientes no liquidificador por aproximadamente 1 minuto (até a mistura ficar homogênea);
-Unte forminhas com óleo de coco e leve para o forno pré-aquecido a 180º C;
-Retire quando a massa tiver crescido e as beiradas terem ficado consistentes.

Agora é só se deliciar com esse petit gateau cremoso por dentro e contar pra gente!

O movimento Outubro Rosa nasceu em 1990 com o objetivo de estimular a participação da população no controle do câncer de mama. Todo ano, no mês de outubro, o movimento é celebrado para conscientizar sobre a doença e proporcionar acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento para reduzir a fatalidade do câncer de mama.

0510_outubrorosa_blog

O câncer de mama

Uma doença mais frequente na população feminina, causada pela multiplicação de células anormais da mama, formando um tumor. Existem muitos tipos de câncer: alguns com o desenvolvimento rápido, outros mais lentos.

No Brasil, neste ano, são esperados 57.960 novos casos da doença.

Existe tratamento e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

Causas

A idade é um dos maiores fatores de risco para a doença (cerca de 4 em cada 5 casos acontecem após os 50 anos). Veja mais outros fatores que aumentam o risco do câncer de mama:

Ambientais e comportamentais:

-Obesidade e sobrepeso após a menopausa;
-Sedentarismo (não fazer exercícios);
-Consumo de bebida alcoólica;
-Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).

História reprodutiva e hormonal:

-Primeira menstruação antes de 12 anos;
-Não ter tido filhos;
-Primeira gravidez após os 30 anos;
-Não ter amamentado;
-Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
-Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona);
-Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

 

Genéticos e hereditários*:

-Histórico familiar de câncer de ovário;
-Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
-Histórico familiar de câncer de mama em homens;
-Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

*A mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama.

Atenção: a presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher necessariamente terá a doença.

O câncer de mama também pode afetar homens, mas somente 1% do total de casos é diagnosticado no público masculino.


Prevenção:

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

-Praticar atividade física regularmente;
-Alimentar-se de forma saudável;
-Manter o peso corporal adequado;
-Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
-Praticar o autoexame;
-Amamentar.

Sinais e sintomas:

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

-Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
-Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
-Alterações no bico do peito (mamilo);
-Pequenos nódulos na região das axilas ou no pescoço;
-Saída espontânea de líquido dos mamilos.

Ao identificar algumas dessas alterações persistentes na mama, procure imediatamente um médico para avaliar.

Fonte: INCA – Ministério da Saúde

Uma sementinha tão pequena, mas que traz grandes benefícios para sua saúde. Pequenas quantidades diárias já fazem você sentir alguns efeitos no organismo como melhora da pele. A chia ainda contribui na prevenção de doenças e perda de peso, regulando o intestino e diminuindo o apetite.

0310_saudeebemestar_blog

O indicado é comer até duas colheres todos os dias, de preferência antes das principais refeições do dia. Também é possível incluir a chia em receitas pães, tortas, bolos, mousses, cremes, saladas de frutas, sucos, iogurtes, entre outros.

Confira os oito benefícios:

  1. Perda de peso: a chia proporciona uma sensação de saciedade e também auxilia a eliminar a gordura ingerida nas refeições, além de acelerar o metabolismo – o que contribui para a queima de gordura localizada;
  2. Regula o intestino: com seu alto teor de fibras, a semente auxilia a regular o trânsito intestinal. Mas atenção: sempre tome muita água, senão o efeito será contrário;
  3. Controla a ansiedade: uma pesquisa da Universidade de Ohio, nos EUA, mostrou que a semente de chia reduz os níveis de ansiedade, ajudando a controlar a gula e prevenir a depressão;
  4. Pressão alta: outro fator eficiente da chia é ajudar a controlar a pressão arterial elevada e combater o diabetes;
  5. Celíacos: por não conter glúten, a chia é uma boa opção para celíacos que precisam de dietas;
  6. Envelhecimento precoce: como a semente possui flavonoides e ácidos em sua composição, ajuda na prevenção do envelhecimento precoce;
  7. Ossos mais fortes: a chia possui um alto teor de cálcio, ferro, zinco e magnésio que contribui para dentes e ossos mais saudáveis;
  8. Bem estar: sua alta concentração de ômega-3 propicia o bem-estar do cérebro e também funciona como anti-inflamatório.

Mesmo com tantos benefícios, tudo em excesso faz mal. O consumo exagerado da semente de chia também pode causar efeitos contrários. Por isso, nutricionistas alertam para associar a chia com hábitos saudáveis e alimentação equilibrada.

Muitas vezes vamos aos supermercados e achamos que os produtos light ou diet são a melhor escolha para cuidar da dieta. Mas não é bem assim…

Para começar, você sabe a diferença entre um e outro?

2809_saudeebemestar_blog

Light

São os alimentos que devem conter uma redução mínima de 25% de algum ingrediente: calorias, teor de gordura ou sódio, por exemplo. Os produtos light são mais indicados para quem deseja reduzir medidas ou possui alguma restrição de calorias diárias. Resumindo, não há isenção de certos ingredientes, apenas redução de alguns deles.

Diet

O produto diet é aquele que possui restrição de certos ingredientes e, na maioria das vezes, é indicado para pessoas que possuem alergias, diabetes ou alguma orientação médica para não consumir os alimentos tradicionais. Normalmente, os alimentos diet não possuem açúcar, mas é sempre recomendado conferir a embalagem para verificar se há isenção também de outros nutrientes como gordura, sódio, glúten, etc.

Atenção, apesar da total exclusão de certos ingredientes, alguns produtos diet podem ser mais calóricos que os comuns. O chocolate diet, por exemplo, tem um teor maior de calorias do que o convencional.

Mas não é só sair comprando e substituindo os alimentos normais pelos light ou diet, viu?
Prefira alimentos naturais e procure orientação médica antes de qualquer ação.

Quibe Protéico Assado

26 setembro 2016

Curvetes, essa é uma receita simples, rápida e muito gostosa que ajuda (e muito!) a não fugir da dieta.

2609_saudeebemestar_blog

Para preparar, você vai precisar de:

-500g de carne moída (alcatra, patinho ou acém);
-250g de trigo para quibe;
-200g de ricota;
-1/2 cebola picada;
-1 colher de azeite;
-Hortelã, sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

Lave o trigo para quibe e deixe por 30 minutos de molho em água morna. Escorra toda a água e acrescente todos os ingredientes (menos a ricota) em um recipiente.

Unte uma travessa refratária com a colher de azeite e espalhe metade da massa de quibe. Cubra com a ricota para formar o recheio e depois acrescente o restante do quibe. Leve ao forno pré-aquecido por até 30 minutos (você pode assar um pouco menos para ficar “molhadinho”).

Valor nutricional (1 de 7 porções):
278 kcal
Proteínas: 34g
Carboidratos: 24g
Gorduras: 8g

Pronto!
Agora você pode comer essa delícia e ainda levar uma marmitinha para onde quiser, pois é muito fácil de encaixar em algum pote para evitar as besteiras tentadoras da rua.

Como evitar o refluxo?

23 setembro 2016

Um dos problemas estomacais mais comuns entre as pessoas é caracterizado por complicações do movimento gástrico para o esôfago.

Suas causas mais frequentes são alterações na alimentação, como alta ingestão de gorduras e frituras ou grandes porções de alimentos, excesso de peso, fumo, bebida alcoólica, estresse e uso regular de remédios que reduzem a pressão do esfíncter esofagiano inferior.

2309_saudeebemestar_curves_blog

Se não for tratado, pode trazer consequências ruins. As ocorrências mais comuns são azia e queimação (pirose), retorno do conteúdo ácido ou alimentos ingeridos para a boca e tosse crônica. O tratamento visa aliviar todos os sintomas, cicatrizar lesões e evitar novas complicações.

Confira algumas recomendações abaixo.

Nutricional:

-dividir a alimentação em cinco ou seis refeições diárias;
-comer porções pequenas;
-consumir alimentos cozidos, assados e grelhados, de preferência;
-evitar gorduras, alimentos cremosos, gordurosos, fritos;
-retirar a gordura visível das carnes e pele de aves antes de ingerir;
-evitar condimentos como canela, hortelã, menta e pimenta;
-não beber líquidos durante as refeições;
-não ingerir café, chá preto, chá verde, mate, chocolate, alcoólicos, refrigerantes e outras bebidas com gás;

Comportamental:

-fazer refeições em posição ereta e de preferência em um ambiente tranquilo;
-comer devagar, mastigando bem os alimentos;
-não deitar-se até duas horas após as refeições;
-elevar a cabeceira da cama de 15 a 20cm;
-evitar roupas e cintos apertados;
-manter o peso adequado;
-não fumar;
-reduzir o nível de estresse (atividades físicas, meditação e técnicas de respiração auxiliam neste processo);

E a última e mais importante recomendação, todo o tratamento deve ser acompanhado por um médico e nutricionista.

Em um mundo perfeito, nossa pele seria sempre lisinha, hidratada e sem rugas para o resto da vida, mas infelizmente essa possibilidade ainda não existe. O rosto é a principal área afetada por sinais do envelhecimento – exposição ao sol sem protetor solar, fumar e ingerir bebidas alcoólicas, consumo exagerado de açúcar, beber pouca água, alimentação ruim, poluição, distúrbios hormonais e entre outros.

2109_saudeebemestar_blog

Envelhecer é um processo natural ao qual não temos como fugir, mas existem maneiras para manter a saúde da pele e evitar as marcas do tempo. Confira 6 dicas para desacelerar o envelhecimento:

1 – Alimentação: primeiramente, é fundamental começar de dentro para fora e, ter uma alimentação balanceada sem exageros e vícios, contribui para o rejuvenescimento;

2 – Protetor solar: use todos os dias, dentro ou fora de casa, com sol ou tempo nublado. Sua pele sempre pode ser afetada por fatores que contribuem para as marcas do tempo;

3 – Produtos para a pele: use sempre os cremes que possuam ativos que hidratam e, principalmente, que são capazes de estimular a renovação das células, como retinol e vitamina C;

4 – Hidratação: beba água todos os dias. Para manter a pele sempre fresca, saudável e hidratada, é recomendado ingerir no mínimo 2 litros de água por dia;

5 – Ácido hialurônico: se for realizar algum procedimento para preencher rugas ou linhas de expressão, opte pelo ácido hialurônico, pois ele auxilia na desaceleração do processo de desgaste da pele;

6 – Açúcar: nunca exagere, tanto para ter uma pele saudável como para manter o peso e as medidas. Além disso, use produtos que contenham ação antiglicante – que combatem o efeito da glicose na pele, protegem as fibras elásticas e promovem flexibilidade – para deixar a pele com um aspecto mais firme e iluminado.